Queridinhos do FGC: CDB, LC, LCI e LCA

Entenda melhor os investimentos de renda fixa privado com a garantia do FGC

CDB, LC, LCI e LCA são investimentos de Renda Fixa bastante famosos no Brasil. Nestes investimentos, você estará emprestando seu dinheiro para bancos (CDBs, LCIs, e LCAs) e financeiras (LCs).

No caso das LCIs e LCAs, o banco, necessariamente, deve investir no setor imobiliário (LCI) ou no setor do agropecuário (LCA).

Só para constar, segue a descrição de cada nomenclatura:

O grande diferencial de todos eles é ter a proteção do FGC-Fundo Garantidor de Crédito. Ele garante até R$ 250.000, caso o banco ou financeira que você fez o empréstimo quebre (Risco de Crédito). Se quiser saber mais sobre o FGC, veja este outro texto.

CDB, LC, LCI e LCA existem tanto de grandes bancos como Itaú, Bradesco, Banco do Brasil, etc., quanto de bancos e financeiras pequenas que provavelmente você nunca ouviu o nome (ex: Banco Pine, Dacasa Financeira e Banco Modal) encontradas através das corretoras independentes.

As taxas de rentabilidade mudam muito de banco para banco. Enquanto, os bancos grandes oferecem seus CDBs com taxas de cerca de 80% do CDI, os bancos menores, oferecem CDBs com taxas de cerca de 120% do CDI, com o mesmo prazo de vigência.

Ou seja, se você investir R$10.000 em um CDB de um banco grande (80% do CDI) com prazo de 3 anos, você teria de cerca uns R$13.203 (considerando a taxa do CDI de hoje de 12,13%). Considerando as mesma premissas, só que de um CDB de um banco menor (120% do CDI), este valor seria de R$15.033. Ou seja, quase R$2.000 a mais neste montante de R$10.000. Bastante, né?

Esta disparidade de taxas, eu acredito que seja por 2 motivos:

Mas vale lembrar, que apesar de existir este “seguro”, pesquise e saiba qual instituição, você vai emprestar o seu dinheiro. Considerar apenas as taxas de remuneração na escolha na escolha de um destes ativos é um grande erro.

Existe um outro detalhe importante nestes investimentos. Os CDBs e LCs possuem IR sobre a rentabilidade, já as LCIs e LCAs, por serem dos setores imobiliário e agropecuário (incentivados pelo governos), são isentas de IR. Com isso, as taxas de LCI e LCA estarão sempre em forma de rentabilidade líquida (já descontado o IR).

Fiz um texto específico sobre este cálculo para comparar este tipo de investimentos. Veja aqui. Em resumo é o seguinte: basta comparar a taxa da LCI e LCA, com a taxa líquida do CDB ou LC, definida pelo cálculo abaixo:

Este texto te ajudou? Se sim, clica no ❤, aí embaixo (para que mais pessoas tenham acesso) e compartilhe com seus amigos, colegas e familiares.

Possui alguma dúvida, sugestão ou crítica? Escreva nos comentários abaixo, para que eu possa saber.

Aproveite também, e me siga nas Redes Sociais:

Youtube, Instagram, Facebook, Twitter, Linkedin e SoundCloud.

Obrigado!

/Fernando Kobuti | https://www.fernandokobuti.com/